Acesso Remoto não autorizado. Só é permitido a Administradores. Windows Server 2012

Situação:

Servidor Windows 2012 em PT, como domain controller, file server e TS Server. Todos os serviços instalados “and running”.

Problema:

Só os administradores é que conseguem fazer ligações remotas (RDP)! O utilizador xpto não consegue!

Possíveis problemas:

  1. Licenças de acesso remoto? 5 CALs instaladas e o servidor de licenciamento a correr.
  2. Regras de Firewall? Não pode ser, porque os administradores ligam-se sem problemas.
  3. O utilizador xpto está no grupo de segurança que tem acesso ao ambiente de trabalho remoto? Está sim!
  4. O Utilizador está usar um sistema compativel (windows Vista ou superior)? Sim Windows 7 Pro.

 

Qual era a solução então? Política de segurança por defeito do Windows 2012!

Tive de abrir o editor de gestão de política de Grupo e ir a: Configuração do computador-> Políticas -> Definições do Windows -> Definições de Segurança -> Políticas locais -> Atribuição de direitos de utilizadores

RDP 1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Editar a política “Permitir início de sessão através dos Serviços de Ambiente de trabalho remoto” e adicionar o grupo e ou utilizadores que pretende que tenham acesso remoto.

RDP 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alterar o tipo de Rede, de pública para rede doméstica ou de trabalho

Eis o que costuma acontecer (ambiente Windows): Por alguma razão vocês se ligaram a uma nova rede (por wifi ou cabo) mas não conseguem aceder a lado algum e o símbolo de rede no canto inferior teima em ter um ponto de exclamação!

Quando tentam analisar o problema notam que a rede está como rede Pública e logo não vos deixa aceder a nada! Mas o pior ainda vem depois, pois quando tentam alterar não conseguem! E aqui começa o stress com uma coisa aparentemente tão simples (usar o portátil como frisbee começa a parecer uma boa solução).

Solução: Podem colocar o ip estático e o gateway para resolver a situação. Mas se não sabem o que colocar só têm uma solução, adicionar o gateway (tipicamente será 192.168.1.254 ou 192.168.1.1) aos gateways predefinidos e assim já vão puder alterar o tipo de rede. Para tal devem abrir o centro de rede e partilha ir a propriedades da ethernet (placa que estiver ligada), depois selecionam protocolo IP v4 e clicam em propriedades, na nova janela clicam em avançadas e na janela que surge clicam em adicionar nos gateways predefinidos e colocam o gateway, clicam em adicionar e já está agora já podem mudar o tipo de rede.

adicionar endereço gateway

 

Tamanho máximo dos ficheiros pst no outlook.

Microsoft Office Outlook 2010, Microsoft Office Outlook 2007, e Microsoft Office Outlook 2003 oferecem suporte ao Instituto Nacional de Padronização Americano (ANSI) e às pastas pessoais UNICODE (.pst) e arquivos (.ost) da pasta offline. Este artigo descreve como usar as quatro entradas do Registro a seguir para limitar o tamanho dos arquivos .pst e .ost:

  • A entrada do Registro MaxFileSize
  • A entrada do Registro WarnFileSize
  • A entrada do Registro MaxLargeFileSize
  • A entrada do Registro WarnLargeFileSize

 

Nota: As entradas de registro WarnLargeFileSize e WarnFileSize não permitem que o Outlook avise você antes que o tamanho limite seja atingido.

A entrada de registro MaxFileSize

A entrada de registro MaxFileSize determina o tamanho máximo absoluto que ambos os arquivos .pst e .ost podem atingir. Após esse tamanho máximo ser alcançado, o Outlook não permite que o tamanho de arquivo cresça além desse tamanho.

A entrada do Registro WarnLargeFileSize

A entrada do Registro WarnLargeFileSize determina o número máximo de dados que os arquivos .pst e .ost podem ter. Após o número máximo de dados ser alcançado, os arquivos .pst ou .ost não podem adicionar mais dados. Entretanto, o tamanho de arquivo físico talvez ainda possa ser aumentado devido a processos internos.

Na tabela a seguir, as do Registro MaxLargeFileSize e WarnLargeFileSize se referem a um arquivo formatado em UNICODE (novo formato Large), enquanto as entradas do Registro MaxFileSize e WarnFileSize se referem a um arquivo formatado em ANSI (um formato anterior do Microsoft Outlook). Os valores UNICODE estão definidos em incrementos de megabyte (MB), enquanto os valores ANSI estão definidos em incrementos de byte.

Outlook 2010

Nome Tipo Intervalo de dados válido Padrão
MaxLargeFileSize REG_DWORD 0x00000001 – 0x0000C800 0X0000C800 51,200 (50 GB)
WarnLargeFileSize REG_DWORD 0x00000000 – 0x0000BE00 0X0000BE00 48,640 (47,5 GB)
MaxFileSize REG_DWORD 0x001F4400 – 0x7C004400 0X7BB04400 2,075,149,312 (1.933 GB)
WarnFileSize REG_DWORD 0x00042400 – 0x7C004400 0X74404400 1,950,368,768 (1.816 GB)

Outlook 2007 e Outlook 2003

Nome Digite Intervalo de dados válido Padrão
MaxLargeFileSize REG_DWORD 0x00000001 – 0x0000C800 0x00005000 20.480 (20 GB)
WarnLargeFileSize REG_DWORD 0x00000000 – 0x0000BE00 0x00004C00 19.456 (19 GB)
MaxFileSize REG_DWORD 0x001F4400 – 0x7C004400 0x7BB04400 2.075.149.312 (1,933 GB)
WarnFileSize REG_DWORD 0x00042400 – 0x7C004400 0X74404400 1,950,368,768 (1.816 GB)
Esta e mais informação dísponivel em:

Adicionar impressora + erro 0x00000709

Depois de a impressora instalada não se a consegue definir como impressora pré-definida e quando se manda imprimir por ela dentro de certos programas como o Office ela não imprime e dá sempre o mesmo erro:

impressora erro 0x00000709

 

 

 

 

 

 

 

Depois de já terem tentado outros drivers e tudo e e mais alguma coisa, experimentem o seguinte: Vão ao registo (regedit.exe) e alteram o  registo HKCU\Software\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\Windows para editável (full control para o utilizador que está a ter problemas ou para todos) e reiniciam o spooler (tb podem reiniciar a máquina se quiserem). E problema resolvido!

Portáteis de 17,3″ é assim tão dificil?

Porquê é tão difícil nos dias de hoje comprar um portátil de 17,3″ polegadas por menos de mil e tal euros?!

Eu sei que vivemos no tempo de menor é melhor (exceto nos telemóveis que cada vez estão maiores!), mas porquê as empresas fabricantes de portáteis cada vez apostam menos nos grandes portáteis e quando apostam nunca chegam a Portugal.

15_6 vs 17,3

Pessoal! os portáteis de 17,3 polg fazem sentido!! Porque cada vez menos as pessoas compram um computador e um monitor para ocupar um canto ou o escritório lá de casa, o espaço escaceia e o aspeto também não ajuda. Então a solução é comprar um portátil de 17,3″ que é fácil de arrumar, dá para navegar na web, trabalhar, fazer uns joguitos e ver uns filmes sem esforçarmos demasiado os olhos, mesmo ao fim de várias horas a olhar para ele. O preço de um PC (torre) mediano mais um monitor fica por volta dos 700€, tendo em conta que os portáteis estão cada vez mais baratos porquê que não surjem modelos de 17″ ou superiores pela mesma ordem de valores? De 15,6″ temos aos “pontapés” era só aumentar um pouquinho o tamanho do ecrã….por favor….

Mas muitas pessoas vão dizer: “Ahhh mas os de 17,3″ já não são portáteis! São muito grandes e pesados e pouco práticos!”  TRETAS!! 1,7 polegada não é assim um aumento tão grande em termos de tamanho, pesam pouco mais (mais umas 100g-200g). Se são práticos? claro que são! São portáteis para estarem em casa ou para levar para as férias e quando temos visitas em casa é só abrir uma gaveta e guardá-lo lá dentro! Experimentem fazer isso com uma torre  o monitor e os milhares de cabos entre eles!? É obvio que não é uma máquina de trabalho para andar na rua diáriamente, para isso compra-se algo com 14″ ou menos.

Mas pelos vistos em Portugal a ideia geral é que os portáteis de 17,3″ são para jogos, logo são sempre máquinas com configurações de topo para “Gamers”.

Resultado da minha pesquisa por portáteis de 17,3 polegadas em locais comuns no dia de hoje:

Fnac: 3 modelos sendo o mais barato de 1299,00€ (Samsung 770Z7E-S01PT )

Worten: 2 modelos sendo o mais barato de 1199,00€ (HP DV7-7210SP)

Radio Popular: 5 modelos sendo o mais barato de 1299,00€ (ASUS N76VZ-V4G-T1223H)

Staples: 1 modelo que custa 375,00€ (Packard Bell ENLV11-HM-B974G50MN)

El Corte Inglês: 2 modelos sendo o mais barato de 1199,00€  (HP DV7-7210SP)

Como podem ver a oferta é pequena e quase todos são mais de 1000 euros com a excepção do Packard Bell, que só vem provar que é possível fazer portáteis de 17,3″ de baixo custo. Existem contudo algumas marcas brancas, para quem quiser fugir ao “mainstream” como é o caso do INSYS W3270EGQ por 770,00€ (máquina boazinha) ou INSYS W2370ET por 1020,00€ (máquina para quem gosta de jogar), são barebones da CLEVO e estéticamente não são tão apelativas como as marcas de consumo, mas relação qualidade/preço é impossível arranjar melhor.